Espaçamento do tomate: Qual a distância para plantar?

Está pensando em iniciar a sua plantação de tomates? Então confira qual é a distância ideal do espaçamento do tomate.

Essa é uma informação muito importante e que faz toda a diferença no resultado de produção. Sendo assim, respeitar o distanciamento correto é essencial para um bom desenvolvimento das suas plantas.

Publicidade:

E, vale dizer, isso se aplica a qualquer tipo de cultivo, seja em hortas caseiras, que inclusive tem se tornado cada vez mais comuns, mesmo em espaços pequenos, ou plantações maiores.

Então, para esclarecer todas as suas dúvidas sobre essa especificação e muitas outras questões comuns entre os produtores, preparamos esse artigo. Vem com a gente e continue a leitura para não errar em nenhuma etapa do plantio.

Você pode se interessar em ler também:

Publicidade:

Espaçamento do tomate: Qual a distância para plantar?

Espaçamento do tomate

O espaçamento do tomate feito de forma correta requer uma distância mínima de 50 a 60 centímetros. 

Caso você possua uma plantação em áreas médias ou grandes, também deve levar em consideração o espaçamento entre os sulcos, sendo o recomendado de um a 1,20 metro de distância.

Já no caso do tomate rasteiro, que é uma outra variedade comum, a distância entre as plantas deve ser de 40 cm.

Se seu objetivo é a produção de tomates em casa, você deve seguir as mesmas recomendações no caso de canteiros e hortas. Já para vasos, o ideal é optar por recipientes a partir de 30 centímetros para uma muda.

Como mencionamos, esse tipo de cultivo tem se tornado muito comum, visto que esse é um fruto bastante consumido e, ao mesmo tempo, é um alimento que geralmente chega às nossas mesas com grandes quantidades de agrotóxicos.

Essas especificações para espaçamento do tomate são muito importantes para que os seus pés se desenvolvam com vitalidade e de forma uniforme, o quê, consequentemente, reflete diretamente na qualidade e quantidade da produção.

Isso porque cada planta terá para si todos os elementos que precisa para crescer plenamente, e não entrar em competição umas com as outras pelos nutrientes do solo, água, luz do sol, dentre outras coisas.

Com isso, a raiz atingirá o tamanho ideal, seja em comprimento e em largura, e a planta poderá se desenvolver sem nenhum tipo de interferência.

Vale dizer também que, o controle de pragas e fungos também é prejudicado quando os pés são plantados próximos uns dos outros.

Bom, agora que você já sabe a média do espaçamento do tomate, vem conferir outras informações importantes para te ajudar no processo de cultivo e a melhorar a sua produção.

Dicas para plantar tomate orgânico

Espaçamento do tomate

Além de respeitar o espaçamento recomendado para distribuir corretamente os pés na área escolhida, outros fatores são muito importantes para que você consiga bons resultados.

Vale, antes de tudo, mencionar que o tomateiro é uma planta que precisa de incidência solar direta por pelo menos 4 horas por dia, entretanto você deve ficar atento a altas temperaturas, porque pode acabar deixando o seu fruto seco.

Por isso, é muito importante regar com frequência e manter a terra úmida.

Dito isso, confira alguns aspectos essenciais:

1 – Preparação do solo

É indispensável para um bom cultivo que o solo seja fértil e rico em matéria orgânica. Por isso mesmo na maioria das vezes é necessário a utilização de adubos caseiros, ou mesmo os industrializados. O solo também deve ter uma consistência fofa.

Uma outra característica importante que você deve se atentar é para o sistema de drenagem. Isso porque, como é uma planta que demanda muita irrigação, se a água fica retida, pode encharcar as raízes e prejudicar muito as suas plantas.

2 – Plantio

Inicialmente você precisará germinar as sementes, sendo essa etapa essencial para se conseguir boas mudas. Então, capriche na matéria orgânica do substrato.

Assim que as plantas atingirem cerca de sete a dez centímetros de altura, já estão prontas para o transplante. Ou seja, para serem colocadas no seu local definitivo.

A colheita geralmente acontece entre 90 a 100 dias após a realização do transplante das mudas.

3 – Tutoramento

Essa é uma técnica muito importante para o desenvolvimento dos seus tomateiros. Consiste em utilizar estruturas de suporte, como varas de bambu ou de madeira, com cerca de 2 metros de altura, para serem amarradas junto as plantas.

Com isso o vegetal se mantém na vertical não importando o tamanho que alcance por ter essa sustentação.

4 – Controle de pragas e fungos

Os tomateiros estão sujeitos ao aparecimento de pragas e fungos que podem gerar muitos transtornos para quem cultiva.

No caso de grandes plantações, algumas técnicas naturais podem ser utilizadas para manter uma plantação orgânica, como por exemplo, a rotação de culturas e controle biológico de pragas.

Mas caso você queira uma receita caseira para tratar os seus pés de tomate, confira abaixo um vídeo que te ensina como se livrar das duas principais pragas que acomete esse tipo de planta.

Conclusão

Como vimos, é muito importante respeitar o espaçamento do tomate para se ter bons resultados na colheita. Esperamos que essas informações que reunimos no texto tenham sido úteis para você e que as suas dúvidas tenham sido esclarecidas.

Conta pra gente depois sobre a sua experiência. Vamos gostar muito de saber!

Boa sorte e até a próxima.

Publicidade: